Para fazer em família!

SUGESTÕES DE ATIVIDADES DOS CMEI'S

Todas as atividades devem ter o acompanhamento seguro de um adulto

Carousel imageCarousel imageCarousel image

DOBRADURA DO BARCO DE PAPEL

Faixa etária: Adultos e crianças a partir de 4 anos de idade. (crianças de 2 e 3 anos também podem brincar desde que um adulto faça o barco de papel).

Materiais: Folha de papel branco de impressão, folha de papel kraft, folhas de revista ou caderno.

Encaminhamento: Coloque verticalmente em uma superfície plana o papel;

Siga o passo a passo para realizar a dobradura conforme a figura. 01;

Após o barquinho pronto utilize a imaginação. o barco pode ser pintado com lápis de cor, giz de cera ou tinta guache;

Outra opção também é colar o barquinho em folhas de papel ou papelão e decorar conforme desejar. f. 02

CMEI João Batista Costa - Educadora Susana

PINTURA DE ROSTO E RECEITA DE TINTA CASEIRA

Atividade recomendada de 2 até 5 anos

A pintura de rosto pode ser realizada com tinta própria ou com produtos que todos temos em casa, é uma maneira divertida e criativa de brincar com as crianças, que adoram pintar personagens preferidos:

  1. RECEITA:

1 colher de amido de milho (maisena)

1 colher de hidratante corporal

Pó de gelatina para colorir

  1. Seguem algumas sugestões de personagens. As criança amam bichos como gato, cachorro, coelho, borboleta; pode ser feito também um rosto de palhaço; bem como outros desenhos simples na bochecha, como, coração, estrela, sol...

CMEI Tatiana Belinky

Carousel imageCarousel image

COORDENAÇÃO MOTORA FINA

FANTOCHE

Faixa etária: Adultos e crianças a partir de 4 anos de idade. (crianças de 2 e 3 anos também podem brincar desde que um adulto elabore a construção do fantoche).

CMEI João Batista Costa - Educadora Noele

Carousel imageCarousel imageCarousel image

PINTURA LIVRE COM TINTA GUACHE

Em uma proposta super divertida para as crianças, a livre exploração de tinta guache pode ser planejada pela família em um ambiente seguro e que depois será fácil de higienizar:

  1. Para quem mora em casa, uma opção é utilizar o quintal e/ou espaço externo, suportes como azulejo e vidro tornam-se telas para os artistas.

  2. Já para quem mora em apartamento ou preferir, o banheiro pode ser uma opção, utilizando o box como tela.

  3. Quanto mais novos ou menos contato com o material, há mais chances das crianças explorarem de outras maneiras e até mesmo levarem à boca. Brinque junto e mostre como faz, pintar o corpo também pode ser divertido, depois a brincadeira continua tomando um banho para retirada da tinta.

Atividade recomendada de 1 até 3 anos.

CMEI tatiana Belinky

MÚSICAS

As músicas mais tradicionais podem ganhar uma versão diferente com a utilização de objetos que há em casa, tecidos são um exemplo:

MÚSICA:

Borboletinha,

tá na cozinha,

Fazendo chocolate,

para madrinha,

poti poti, perna de pau,

olho de vidro e nariz de pica-pau.

  1. Para crianças mais novas o adulto pode fazer a borboleta com apoio de um tecido como um lenço ou uma mantinha.

  1. Para crianças que já andam, o quintal pode ser oportuno para cantar e imitar o movimento das borboletas, notando o vento, com o acessório escolhido.

  1. Cante e recante, para e com a sua criança, reinvente canções com objetos simples, colher de pau, panela, bexiga, carrinhos... use a música a favor de uma relação afetiva cada vez mais próxima e integrante do seu desenvolvimento físico e intelectual.

Atividade recomendada de 6 meses até 3 anos.

CMEI tatiana Belinky

RESPIRAÇÃO E O CONTROLE DAS EMOÇÕES

Objetivo: Melhorar o controle das emoções, reduzindo a ansiedade e o estresse.

Para que serve? O exercício respiratório induz ao equilíbrio físico-emocional e aumenta a capacidade de percepção sensorial e mental.

A seguir algumas atividades de respiração para toda família!

CMEI Raimunda Boeng Gorges - Chavelli e Rosana

EXERCÍCIO 1: "AMIGUINHOS DE PELÚCIA"

Em que consiste:

  • Os pequenos pegam seu bichinho de pelúcia favorito.

  • Deitam-se e colocam o brinquedo sobre o estômago.

  • Inspiram todo o ar que puderem em três segundos e depois o solta.

  • Dessa forma, veem seu bichinho favorito subir e descer ao ritmo de sua inspiração e expiração.

Duração: 5 minutos aproximadamente

CMEI Raimunda Boeng Gorges - Chavelli e Rosana

EXERCÍCIO 2: “A SERPENTE”

Em que consiste:

  • A criança deve sentar-se em uma cadeira com as costas retas e as mãos na barriga.

  • Despois, tem de inspirar pelo nariz durante aproximadamente quatro segundos para soltar o ar emitindo um som de cobra: “shhhhhhh”.

  • Você pode pedir para mover a língua como uma serpente para tornar o exercício mais divertido.

Duração: 3 minutos aproximadamente

CMEI Raimunda Boeng Gorges - Chavelli e Rosana

EXERCÍCIO 3: “O ELEFANTE”

Provavelmente seja o exercício respiratório favorito das crianças. O que faremos é imitar a tromba de um elefante enquanto fazemos o exercício de respiração.

Em que consiste:

  • A criança deve ficar em pé e com as pernas abertas um pouco além da largura do quadril.

  • Deve juntar os braços, pois eles simularão a tromba do elefante.

  • Ao inspirar, o pequeno vai levantando os braços juntos acima da cabeça, o mais alto possível.

  • Ao expirar, desce os braços lentamente enquanto vai soltando todo o ar, simulando uma tromba de elefante.

  • Podemos imitar o som do animal para deixar o exercício mais divertido.

Duração: 3 minutos aproximadamente

CMEI Raimunda Boeng Gorges - Chavelli e Rosana

EXERCÍCIO 4: “O GATINHO”

Em que consiste:

  • A criança deve colocar-se em quatro apoios, como um gatinho.

  • Deve inspirar pelo nariz dando ênfase em como o abdômen vai inflando enquanto a coluna vertebral vai descendo um pouco.

  • Depois, tem de expirar pela boca enquanto as costas se elevam, de forma parecida com a de um gato arrepiando.

Duração: 5 minutos aproximadamente

CMEI Raimunda Boeng Gorges - Chavelli e Rosana

EXERCÍCIO 5: “O DENTE-DE-LEÃO”

Além de ser um exercício respiratório em si, também ajudará os pequenos a entender que, na respiração, nem sempre é melhor liberar todo o ar de uma só vez. Em vez disso, pode ser mais útil controlar a expiração, soltando o ar lentamente e segurando um pouco mais o oxigênio nos pulmões.

Em que consiste:

  • Procurar várias flores de dente-de-leão brancas.

  • Pedir à criança que inspire o mais fundo possível e depois solte o ar tentando fazer voar todas as sementes ou “penugens” da flor, com apenas uma respiração.

Duração: fazer as tentativas que considerar necessárias

CMEI Raimunda Boeng Gorges - Chavelli e Rosana

TÉCNICA DE RESPIRAÇÃO 1  - DIMINUINDO O ESTRESSE E A ANSIEDADE

Uma forma de aliviar a ansiedade ou a raiva consiste em uma técnica de respiração de três passos:

Passo 1 — Respirar profundamente pelo nariz, expandindo o abdômen

Passo 2 — Expirar pelo nariz, soltando todo o ar possível e contraindo o abdômen

Passo 3 — Suspender a respiração por alguns segundos

Esse tipo de respiração gera uma desaceleração no metabolismo, acalmando.

CMEI Raimunda Boeng Gorges - Chavelli e Rosana

TÉCNICA DE RESPIRAÇÃO 2 -  ESTIMULANDO O CORPO E A MENTE

Em outros momentos, precisamos de energia para poder realizar uma atividade ou apenas ficar em um estado emocional positivo.

Passo 1 — Respirar profundamente pelo nariz, expandindo o abdômen

Passo 2 — Suspender a expiração por alguns segundos

Passo 3 — Expirar lentamente pelo nariz, contraindo o abdômen

Ao respirar profundamente e reter o ar por um tempo, você está aumentando a oxigenação no sangue. Mais oxigênio significa mais energia.

CMEI Raimunda Boeng Gorges - Chavelli e Rosana

TÉCNICA DE RESPIRAÇÃO 3  - RESTABELECENDO O RITMO: RELAXANDO APÓS EXERCÍCIOS

Durante exercícios, existe o aumento nos batimentos cardíacos e na velocidade da respiração, além do surgimento de um estado de euforia e bem estar.

É necessário que haja um fluxo de ar constante no corpo para diminuir o estímulo físico provocado pelo exercício sem desacelerar demais o corpo.

Passo 1 — Respire profundamente pelo nariz, expandindo o abdômen

Passo 2 — Expirar profundamente pelo nariz, contraindo o abdômen

Não existe retenção da respiração, o que permite que o corpo volte ao seu estado natural. E lembre-se de respirar expandindo o abdômen, sempre.

CMEI Raimunda Boeng Gorges - Chavelli e Rosana

O SAPO COMILÃO

A história poderá ser contada por meio do livro, fantoches ou assistida no canal do youtube.

O importante é encontrar um ambiente onde seja acolhedor da preferência da criança e usar a criatividade na contação.

CMEI Raimunda Boeng Gorges - Chavelli e Rosana

Carousel imageCarousel imageCarousel image

PRODUÇÃO DO SAPO

Nessa proposta foram reutilizados copos que tínhamos em sala. Em casa os pais podem utilizar os recursos disponíveis como: caixas pequenas, sacos de pão, copo de iogurte, ou como preferirem. Depois dos copos coloridos, as educadoras fizeram um pequeno orifício no centro do copo e nele colocado a língua de sogra, caso não tenha esse recurso, pode ser substituído por canudo e encaixar nele um balão.

CMEI Raimunda Boeng Gorges - Chavelli e Rosana

Carousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel image

CORRIDA DOS SAPOS COM SOPROS

Para essa atividade pode reutilizar tampas de embalagens, como tampas de refrigerantes, jornal, papel ou até mesmo uma dobradura de sapo, o importante e explorar o imaginário infantil das crianças que são riquíssimos. Encontre em suas casas um espaço que não traga nenhum risco à criança, delimite no chão uma linha de partida e outra de chegada, as delimitações podem ser feita com cadeira, lençol ou recurso disponível. Pedir que deitem no espaço e conduzam o sapo com o sopro.

CMEI Raimunda Boeng Gorges - Chavelli e Rosana

Carousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel image

SOPROBOL

Encha copinhos com água, coloque uma bolinha no primeiro copo. Sopra a bolinha até ela passar por todos os copos.

CMEI Raimunda Boeng Gorges - Chavelli e Rosana

BOLINHA DE SABÃO

Colocar em recipiente água, detergente e corante alimentício de sua preferência, o corante também pode ser feito com alimentos naturais exemplo: couve, açafrão ou água da beterraba. Para fazer as bolas pode usar peneiras, canudos entre outros.

CMEI Raimunda Boeng Gorges - Chavelli e Rosana

MASSAGEM

Faixa etária: bebês e crianças até 04 anos.

Descrição: é comprovado mães que acariciam, tocam e exercem certa pressão sobre alguns pontos do corpo de seus bebês promovem seu desenvolvimento de forma positiva.

O que é uma massagem?

Uma massagem é a ação de manipular os músculos do corpo através de vários movimentos das mãos. Tem uma função principalmente terapêutica, portanto, tem efeitos positivos sobre (criança) ou pessoa.

Como praticar?

Pode ser praticada em qualquer espaço que a criança se sinta cômoda: em um tapete, colchonete, cama, sofá... Mas, sempre em um lugar relaxado e uma música tranquila também ajudará, mas é bom evitar qualquer coisa que distraia as crianças. A atitude e postura são importantes, vocês devem estar relaxados e com uma boa postura para que não produzam incômodos, do contrário, vocês estarão transmitindo nervosismo à criança, além do que a massagem ajudará a relaxar pouco a pouco. A pressão no início deve ser suave. O deslizamento é feito com delicadeza e usando produtos específicos para a pele infantil. “São usados produtos especiais, o menos agressivo possível, geralmente são produtos neutros”. Olhar o rosto da criança dará Uma pista da pressão que ela mais goste e relaxe.

Carousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel image

Então para que serve?

As massagens infantis permitem que as crianças sintam mais seguras, isso ocorre porque, quando são massageadas, recebem toda a atenção, como resultado seus medos são reduzidos, e a tranquilidade, o relaxamento e a confiança são promovidos, estimulando seu desenvolvimento psicológico de forma positiva e principalmente desenvolve e fortalece laços afetivos.

CMEI Raimunda Boeng Gorges - Chavelli e Rosana

TELEFONE DE COPO

Primeiramente será necessário separar o material, Você vai precisar de poucos, todos facílimos de encontrar. São eles: dois copos plásticos (pode ser também de papel ou latas), barbante.

São só três passos para concluir o telefone de barbante, olha só:

Faça um furinho no fundo de cada copo. Como é necessário lidar com um objeto pontiagudo, recomendamos que você mesma faça isso, para a segurança dos pequenos;

Passe uma ponta do barbante pelo furinho de um dos copos, de fora pra dentro. Dê um nó na extremidade, para ter certeza de que ele não sairá de lá. Repita no outro lado do barbante;

Se preferir, a criança pode decorar seu telefone com os matérias que lhe forem disponibilizados.

CMEI Raimunda Boeng Gorges - Chavelli e Daiane

AMOEBA CASEIRA

Ingredientes: água boricada, cola branca ou cola de isopor, bicarbonato de sódio e corante alimentício

Modo de preparo:

  1. Em um copo coloque a água boricada e vá acrescentando o bicarbonato de sódio e mexendo. Você deve acrescentar bicarbonato até as bolinhas sumirem da água por completo.

  2. Em um recipiente adicione a cola, algumas gotinhas do corante e vá acrescentando aos poucos a misture de água boricada com bicarbonato.

  3. Mexa bastante, note que a misture já se parece com a amoeba, mas quanto mais mexer mas sua geleca vai ficar elástica.

CMEI Raimunda Boeng Gorges - Chavelli e Daiane

Carousel imageCarousel imageCarousel image

PÉS DE LATA

O adulto deve construir.

Para confeccionar os pés de lata, você vai precisar de duas latinhas de alumínio de tamanho igual (pode ser latas de leite ou cereal), barbante, uma tesoura, um martelo e um prego. Pegue a latinha, faça dois furos na lateral, próximo à tampa, passe o barbante entre os furos e depois os amarre para prendê-los à latinha e está pronto seu pé-de-lata. Pedir para a criança fazer pequeno percurso para aprenderem a andar. Os pais poderão usar pés de lata e fazer os percursos juntamente com o filho. O percurso poderá ter pequenos obstáculos como riscos no chão e trilhas. Não é recomendado fazer corridas.


CMEI Raimunda Boeng Gorges - Educadora Susane Francielle Cristalin

VAI E VEM

Que tal preparar um brinquedo divertidíssimo usando garrafa Pet? Você vai precisar de duas garrafas Pet, uma cordinha de varal e muita criatividade! E ainda vai colocar a criançada pra gastar energia! Basta cortar os bicos das duas garrafas, colar uma na outra deixando os bicos nas extremidades e passar duas cordinhas no meio… Explicação passo a passo no link abaixo!

CMEI Raimunda Boeng Gorges- Juliana de Fátima Cardoso

BRINCAR DE MÍMICA

Faixa etária das propostas: A partir de 3 anos

A brincadeira consiste em fazer mímica para a criança adivinhar. Pode começar com objetos conhecidos pelas crianças como colher, escova de dentes, prato, instrumento musical. Depois a criança fará a mímica para os pais adivinharem.


CMEI Raimunda Boeng Gorges - Educadora Susane Francielle Cristalin

MEMORIZAR OBJETOS

Nessa atividade objetos da cozinha, dos quartos, ou brinquedos das crianças podem ser usados. Separe 10 objetos, coloque exposto sobre alguma superfície. A criança terá que observá-los por um tempo determinado, depois, sem que a criança veja os pais devem tirar um objeto e deixar a criança perceber o que sumiu. A brincadeira também pode ser feita com a disposição dos objetos em um determinado cômodo e a criança terá que descobrir o que mudou de lugar. Os papéis agora se invertem e a criança comandará a brincadeira e alterar o lugar dos objetos.


CMEI Raimunda Boeng Gorges - Educadora Susane Francielle Cristalin

JOGO DE ARGOLAS

Sabe aquela caixa de papelão que fica encostada no canto da casa até ser jogada no lixo? Transformá-la em brinquedo é super fácil… Basta recortar círculos e usar um rolo de Papel Alumínio para ser a base... Explicação passo a passo no link abaixo!

CMEI Raimunda Boeng Gorges- Juliana de Fátima Cardoso

BICHINHOS DE ROLINHOS

Que tal aproveitar aquele rolinho de papel higiênico que vai para o lixo e criar diversos personagens?

Explicação passo a passo? assista ao vídeo acima!

CMEI Raimunda Boeng Gorges- Juliana de Fátima Cardoso

BILBOQUE

Trabalhar a coordenação motora das crianças é de extrema importância. Que tal fazer isso brincando? Você vai precisar de uma garrafa Pet, barbante e três tampinhas de garrafa Pet… e criatividade! Explicação passo a passo no link abaixo!

CMEI Raimunda Boeng Gorges- Juliana de Fátima Cardoso

ACERTE O ALVO

Que tal pendurar pelo quintal alguns potinhos feitos com o fundo da garrafa Pet para que as crianças possam treinar a pontaria? Explicação passo a passo? assista ao vídeo acima!

CMEI Raimunda Boeng Gorges- Juliana de Fátima Cardoso

BISCOITO QUEIMADO

Faixa Etária: 2 a 5 anos.

Funcionará assim: o pai, a mãe ou o responsável, esconderá um objeto pela casa. Então, a criança deverá encontrar. Conforme a criança fique longe ou perto, o pai, a mãe ou o responsável falará frio (longe) ou quente (perto). Quanto mais perto, falar mais quente.

Quando a criança encontrar, todos deverão gritar: BISCOITO QUEIMADO!

Depois, deverá inverter os papéis. A criança esconde, daí o Pai, a Mãe ou o responsável procura.

Repita a brincadeira quanta vezes quiserem.

Uma dica das educadoras: definam um tempo (3 minutos ou 5 minutos), de acordo que vocês acharem interessante, isso estimulará a concentração e rapidez.

CMEI tia Marlene - Stephany Pereira e Eliane Bispo

BONECOS DE BEXIGA E FARINHA

Faixa etária: a partir de 2 anos

Com a ajuda de um funil, colocar farinha de trigo dentro de uma bexiga, ao ponto que ela possa ser manuseada sem estourar ou romper. Amarrar a ponta e utilizar a criatividade para transformá-la em bichinhos \e personagens.

CMEI Preparando o Futuro

Carousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel image

AMANHECENDO NA FLORESTA

A brincadeira inicia com todos deitados no chão, se quiser pode por uma música infantil alegre, para que estimule a(s) criança(s) a se movimentar, porém sem excitá-la(s) demais. Diga a ela(s) que a sala vai se transformar em uma grande floresta e todos serão habitantes dela...

Todos os bichos estão dormindo na floresta. Aos poucos, vão acordar:

Primeiro todos serão aranhas, que andarão com o apoio dos pés e das mãos no chão... Depois se transformarão em minhocas, arrastando-se pelo chão com a lateral do corpo... Logo serão cobras, arrastando-se pelo chão com o apoio da barriga... Tatus-bola, que com um movimento de abrir e fechar sua casca percorrerão a floresta... Leões, tigres, leopardos, de quatro patas pelo chão... Coelhos que andam pelo espaço com pulos pequenos e cangurus que percorrem a floresta com pulos grandes e largos... Passarinhos que batem suas asas bem pequeninas e águias que voam lá no alto com suas asas enormes e bem abertas.

Após a brincadeira a(s) criança(s) poderá desenhar os bichos que mais gostaram.

CMEI tia Marlene - Educadoras Heloisa e Marli

AUTORRETRATO

Orientação: Disponibilizar um espelho para que a criança veja seu reflexo, mais importante do que o retrato em si é fazer com que a criança perceba suas características físicas, tais quais: a cor e o tamanho de seus cabelos, como são seus olhos, nariz, boca. Por fim, a criança registrará a imagem que vê a sua frente.

CMEI Tia Marlene - Educador Roan Carlos de Oliveira

CONHECENDO MINHA FAMÍLIA

  • Inicie a atividade com a leitura de “O LIVRO DA FAMÍLIA” - Todd Parr.

  • Acesse O Livro em PDF clicando no link abaixo.

  • Utilize fotos da família da criança e junto com ela veja com qual família vocês se parecem, podendo também utilizar outras famílias para preencher as demais folhas do livro, como tios, primos, avós, etc. O objetivo principal é: “ Perceber que as pessoas se diferem umas das outras pelas características físicas, culturais e religiosas, a fim de conscientizar sobre a importância do respeito pelo ser humano”, quanto mais exemplos ficará mais rica a atividade.

  • Então junto com seu filho você poderá construir sua família, utilize palitos de sorvete ou gravetos de árvore, cada palito/ graveto é um familiar, contem juntos quantos palitos irão precisar, desenhe com canetinhas, faça roupinhas, cabelos de lã, use a imaginação para que a criança consiga perceber seus familiares ali, reforce a questão de características de cada um.

  • Utilize massinha caseira para deixar esses bonequinhos em pé, e aproveite para brincarem de faz de conta com seus personagens.

CMEI Tia Marlene - Educadora Bruna

RECEITA DA MASSINHA DE MODELAR

Ingredientes

  • 1 xícara (chá) de farinha

  • ¼ xícara (chá) de sal

  • 1 colher (chá) de óleo

  • 1 pacotinho de suco em pó (cor desejada para a massinha)

  • ⅔ xícara (chá) de água

Como fazer

  • Em um recipiente coloque os ingredientes secos, menos o suco em pó, e reserve;

  • Leve a água para ferver, e assim que ferver adicione o óleo junto da água;

  • Vá despejando a água com óleo fervido sobre a mistura de ingredientes secos;

  • Misture bem e depois adicione o suco em pó para dar cor à massinha de modelar.

CMEI Tia Marlene - Educadora Bruna

CAIXA SURPRESA

Você vai precisar de uma caixa de papelão e objetos diversos.

Como brincar:

Coloque um objeto dentro da caixa e entregue à criança;

Deixe que a criança explore a caixa, movimentando-a para que escute o som feito;

Questione a criança sobre o que pode ter dentro da caixa dando dicas.

Troque o objeto assim que a criança descobrir o que tinha dentro.

Sugestão: Peça para que a criança coloque um objeto dentro, para que um adulto faça a descoberta.

VAMOS BRINCAR COM SOMBRAS?

Vocês vão precisar de um rolo de papel higiênico, canetas coloridas, fita durex larga e uma lanterna (pode ser a do celular). Solte sua imaginação na hora de fazer os desenhos.

As crianças vão adorar essa brincadeira!

CMEI Preparando o Futuro

Carousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel image

EXPERIÊNCIA VÍRUS

Faixa etária: a partir de 02 anos.

Se você sempre fala da importância da higiene e seu filho ainda precisa de incentivos diariamente, faça essa experiência! crianças precisam de provas para entenderem, e como o inimigo é invisível, vale a pena mostrar com um brincadeira o poder de uma boa higienização.

CMEI Tatiana Belinky


Carousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel image
Carousel imageCarousel imageCarousel image

GELO DE TINTA GUACHE

Materiais: tinta guache, forminha de gelo, palitos e papel.

Demora um pouquinho para ficar pronto!

Coloque a tinta guache na forminha de gelo e leve ao freezer, quando estiver ficando durinho, coloque o palito e leve novamente ao freezer até endurecer, depois é só deixar eles passarem na folha de papel fazendo a arte.

Eles podem ajudar a colocar a tinta na forminha, vão fazer sujeira, mas vão adorar.

CMEI N. Srª do Perpétuo Socorro

DESCOBRINDO NOVAS CORES DE FORMA LÚDICA

Faixa etária: Adultos e crianças a partir de 3 anos de idade.

Materiais: três garrafinhas com água, tinta guache: azul, vermelha e amarela.

1º Momento

Um adulto deve preparar três garrafinhas com água e colocar um pouco de tinta no lado de dentro da tampa (uma garrafa contendo tinta na cor azul, outra contendo a cor vermelha e outra contendo a cor amarela).

Convidar as crianças, perguntando quem quer brincar de mágica? escolher uma criança por vez e solicitar para que chacoalhe a garrafinha e uma cor será descoberta. instigar para que a criança, fale o nome da cor que apareceu. caso, não saiba, identifique nomeando esta cor para ela.

Explique para as crianças que as cores descobertas (amarelo, vermelho e azul) formam um grupo de cores que chamamos de primárias, pois a partir da mistura delas, descobrimos novas cores.

DESCOBRINDO NOVAS CORES DE FORMA LÚDICA

2º Momento

Assistam juntos ao vídeo da luna: o amarelo que ficou verde.

Converse sobre o vídeo e juntos descubram novas cores, misturando as tintas, para isso, cada criança ou participante deve escolher uma cor de tinta e passar a mesma em sua mão, e deve misturá-la com a de outro participante. vai ser uma bagunça bem divertida!

Outra forma de brincar e descobrir novas cores pode ser separando as tintas em pequenos copos ou pratos e fazer a mistura com uma colher ou similar e assim descobrir novas cores!!!

CMEI Cora Coralina - Educadora Paula Andrade


MORTO VIVO OU VIVO MORTO

Faixa etária:

Adultos e crianças a partir de 2 anos de idade.

Como brincar

Um dos participantes é escolhido como líder e ficará à frente dos participantes. é ele quem vai dar as instruções que serão obedecidas pelos outros jogadores. quando o líder disser: "morto!", todos ficarão agachados. quando o líder disser: "vivo!", todos darão um pulinho e ficarão de pé. quem não cumprir as ordens é eliminado, até sobrar um só participante, que será o vencedor e o próximo líder.

O grau de dificuldade da brincadeira varia conforme a velocidade em que os comandos são dados, lembrando que a sequência das ordens pode variar, por exemplo: “vivo! vivo! vivo! morto! morto! vivo!”. isso irá confundir os jogadores e exigirá ainda mais atenção dos participantes.

Através desta brincadeira a criança estará desenvolvendo agilidade, condicionamento físico, coordenação motora, atenção, concentração, expressão corporal.

CMEI Coralina - Educadora Ana Maria

CARIMBO DIVERTIDO

Faixa etária:

Adultos e crianças a partir de 3 anos de idade.

Materiais:

Tinta guache de várias cores, pratos plásticos, papéis (sulfite ou tiras grandes) e sucatas de plástico ou papelão, como os rolos de papel higiênico

Encaminhamento:

Organize as tintas, dispondo cada cor em um prato plástico diferente, ao lado das tintas organize os rolos de papel higiênico e as sucatas. ou utilizar canetinhas, lápis de cor, giz de cera para contornar as formas e depois pintar.

Presente o material à criança e descubra o que elas sentem vontade de fazer com eles. deixe a criança explorar como queira. se as sucatas forem de plástico, deixe disponível um recipiente com água para que a criança lave as peças antes de reutilizá-las para não misturar as cores.

Acompanhe a criança na atividade, mostre as variedades de impressões que uma mesma peça oferece.

Vamos carimbar? agora use a sua criatividade!

CMEI Cora Coralina - Pedagoga Luana Cavagnolli

ACAMPAMENTO

CMEI Rosi Galvão

MASSINHA CASINHA

CMEI Rosi Galvão

ENCAIXE COM GRAMPOS DE ROUPA

Faixa etária: 4 anos

Encaminhamento: Encaixar os grampos com as letras correspondentes, pode ser feito com formas geométricas ou símbolos. Estimula a coordenação para abrir os grampos e o reconhecimento das letras/símbolos.

CMEI Preparando o Futuro

DESENHO COM OBJETOS

Faixa etária: 3 a 4 anos.

Encaminhamento: Com base no brincar heurístico, sabemos que todos os objetos tornam-se grandes oportunidades de exploração. Algo simples, muitas vezes é ainda mais atrativo a criança. Com objetos de cozinha selecionados por um adulto (nenhum objeto cortante ou que apresente risco a criança) propor um desenho com canetinha, giz de cera ou até mesmo carvão, o qual a criança deverá traçar o contorno do objeto. Após, podemos desafiar a criança a realizar o recorte deste desenho a fim de realizar um comparativo entre a forma desenhada e o objeto real.

CMEI Preparando o Futuro

Semana de 25 a 29 de maio

BALANGANDÃ

BILBOQUÊ

MASSAGEM CORPORAL

Faixa etária da proposta: bebês de 0 à 12 meses.

Esta técnica de massagem foi trazida da Índia pelo obstetra Frédérick Leboyer, o qual acreditava que as relações afetivas do bebê influenciam muito na sua estruturação psíquica. Para a realização da massagem, é importante seguir os seguintes procedimentos:

  • Utilizar óleos naturais;

  • Realizar a massagem em local aquecido, pois a criança precisa estar inteiramente despida;

  • Massagem deve ser seguida pelo banho;

  • Ser realizada no período da manhã;

  • Manter contato nos olhos e o silêncio;

  • Manter o ritmo lento e uniforme.

A massagem deve acontecer na seguinte ordem: peito, braços, mãos, barriga, pernas, pés, costas, rosto, dois braços e perna e duas pernas.

Peito:

  • Colocar as mãos no peito da criança e separá-las, cada uma de um lado, ladeando as costas. Em seguida retornam ao ponto de partida e, a partir do centro, voltam para os lados;

  • A partir do flanco (cada um dos lados que dividem o corpo) esquerdo do bebê, sua mão direita vai até o ombro oposto. E assim fazendo, ela percorre o pequeno peito para terminar no ombro direito da criança. Então, a sua mão esquerda faz o mesmo na direção do ombro esquerdo do bebê. As mãos trabalham desse modo, uma depois da outra.

Braços:

  • Movimento do bracelete; O adulto, com sua mão direita, segura delicadamente a mão da criança para esticar o bracinho. Com a outra mão, o adulto empalma o ombro do bebê, como se formasse um bracelete com os dedos indicador e polegar. Desliza a mão e aos poucos enlaça todo o braço da criança. Ao chegar ao final do trajeto, a mão direita encontra-se com a esquerda. Esta mantém segurando o punho da criança, enquanto a mão direita fecha um círculo no ombro da criança, fazendo o mesmo movimento que o anterior. As mãos se revezam ao elevar-se do ombro para a extremidade do bracinho.

  • Do ombro para a mão do bebê, as mãos do adulto executam movimentos de rosca ao redor do bracinho. Ao chegar ao punho, as mãos do adulto voltam ao ombro e recomeçam.

  • Mão: Com o polegar, o adulto massageia a palma da mão da criança indo em direção aos dedos. Depois, prenda os dedos e faça-os dobrar-se (de forma leve, como se quisesse fazer com que o sangue fluísse da palma para as extremidades).

  • Repete os mesmos movimentos no outro braço.

CMEI Raimunda Boeng Gorges - Educadora Marcia Matias

MASSAGEM CORPORAL

Continuação...

Barriga:

  • Partindo da base do peito, onde se iniciam as costelas, as mãos descem até a parte de baixo da barriga da criança. As mãos do adulto trabalham uma depois da outra.

A mão esquerda do adulto segura os pés do bebê mantendo as pernas verticalmente esticadas. Com o antebraço, o adulto faz a massagem na barriga do bebê, sempre do alto para baixo.Pernas:

  • Proceder exatamente como fez com os braços.

  • Pé: Massagear a planta do pé com os polegares e, depois, com a palma toda da mão.

Costas:

  • O adulto coloca as mãos nas costas da criança, na altura dos ombros e faz o movimento de vaivém trabalhando toda a largura das costas, sobretudo com a palma.

  • A mão esquerda do adulto percorre as costas do bebê de alto a baixo, mas em vez de parar na altura das nádegas, continua seu movimento, percorre as pernas, descendo até os calcanhares (os quais estão sendo segurados pela mão direita). Daí, eleva-se e desce de novo e torna a elevar-se.

Rosto:

  • A partir do meio da testa do bebê, a ponta dos dedos desloca-se para os lados contornando as sobrancelhas e, a seguir, retorna para o meio para recomeçar de novo. A cada viagem, os dedos afasta-se um pouco mais até chegarem ao longo das bochechas.

  • Nariz: Os polegares do adulto, bem de leve, sobem para a base do nariz da criança e tornam a descer e sobem mais uma vez. É um movimento de vaivém, de baixo para cima, depois de cima para baixo

  • Os polegares percorrem a região próximo aos olhos da criança dirigindo-se para as comissuras da boca (ponto de união dos lábios no canto da boca).

CMEI Raimunda Boeng Gorges - Educadora Marcia Matias

Carousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel image

PIQUENIQUE

Para crianças a partir de 2 anos.

A brincadeira já começa na preparação dos lanchinhos, que podem ser bem saudáveis.

Avise as crianças que vocês vão “comer fora”. Prepare o ambiente, estenda uma toalha xadrez no chão da sala ou da garagem e deixe a criatividade das crianças tomar conta do programa.

Um piquenique merece que todos se sentem juntos e sem pressa. Os pequenos se animam com comida colorida, então convide a criança para lavar as frutas, separar as bolachas, o suco, e tudo o mais que vocês inventarem para este momento.

CMEI Raimunda Boeng


HISTÓRIA GINASTICADA

Faixa etária da proposta: a partir dos quatro anos.

Como fazer: Reúna as crianças no quintal ou até mesmo em um cômodo da casa. Um adulto dará início à seguinte história:

Vamos realizar um passeio, mas sem sair de casa, usando a imaginação. Vamos lá! Vamos escalar uma grande montanha (movimento de braços e pernas). Cuidado para não cair! Ufa, chegamos no topo da montanha (movimento de cansado(a). Que bonita a vista que temos aqui do alto (colocar a mão sobre a testa e ficar na ponta dos pés. Olhem o mar lá embaixo! Que tal nadarmos no mar um pouquinho? Então precisamos descer a montanha para chegar no mar. Vamos descer com cuidado (movimentos de braços e pernas). Vamos correr na areia para chegar no mar! (correr sem sair do lugar). Chegamos! Oba!!!!. Vamos para a água para nadar (movimento de nadar). Vamos deitar na areia para descansar (deitar no chão). Puxa.... Estou vendo conchinhas! Vamos levar algumas para casa? (ficar de joelhos e fazer movimentos de pegar as conchinhas. Nossa, tem água viva na areia! Cuidado! Vamos pular (saltar no lugar). Estou cansada de tanto passear na praia. Vamos voltar para a casa! (movimento de caminhada). Pronto, chegamos! Gostou do passeio?

CMEI Raimunda Boeng Gorges - Marcia Aparecida Matias

Carousel imageCarousel image

EXPERIÊNCIA

Faixa etária da proposta: a partir dos 03 (três ) anos.

Descrição das propostas: trabalhar meio ambiente, experiências, percepções sensoriais e fenômenos e componentes naturais.

Como fazer a experiência:

Não tem lanterna na sua casa? Não se preocupe! Utilize a luz do sol em vez da lanterna, basta colocar o copo próximo ao papel branco e ir inclinando até achar o seu arco-íris

CMEI Raimunda Boeng Gorges - Chavelli e Estela

EXPERIÊNCIA

Continuação...

Assistir Kika - De onde vem o arco íris. E fazer o seu próprio arco íris usando um copo transparente com água, uma lanterna e folha sulfite branca. Coloque o copo de água em frente ao sulfite e com a lanterna ligada deixe a luz transpassar o copo e refletir no sulfite. E pronto, você terá um arco - íris todo seu.

CMEI Raimunda Boeng Gorges - Chavelli e Estela

Semana de 01 a 05 de junho

MEU AMIGO ROBÔ

FAIXA ETÁRIA DA PROPOSTA: a partir dos 03 (três) anos.

COMO FAZER: Que tal construir seu próprio robô de brinquedo? Mas vamos usar só o que temos em casa: caixa de creme dental, caixinha de fósforo, jornal e revista velhas, retalhos de tecido, barbante, caixa de sapato e o que mais tiver disponível e sua imaginação desejar. Ao terminar dê um nome ao seu robô e divirta-se inventando suas brincadeiras! Se possível leia para a criança a história “Meu Amigo Robô”, de Giselda Nicolelis.

CMEI Raimunda Boeng Gorges - Chavelli e Estela

BRINCANDO COM RISCANTES

Objetivo: Construir noções sobre os elementos formas como ponto, linha, forma, cor, luz, volume, espaço, textura, apreciação e realização de suas criações.

Fonte: Pinterest

Faixa étaria: 3 anos

Mataternal : III B

Desenvolvimento: Em casa com as crianças e familiares, pede para crianças que sentem em um lugar confortável. Após oferecer tampinhas e papel pedir para crianças colocar como elas acham melhor e distribuir os riscantes para elas passarem em volta. Com o papelão e papel faz linhas ou alinhavos e pede para as crianças passar os riscantes por dentro criando assim curvas e retas. Assim sucessivamente as crianças gostam e se identificam em suas criações. É muito importante que faça um varal para colocar suas atividades sempre elogiando suas criações.

Todas atividades deve ter o acompanhamento de um adulto

CMEI Raimunda Boeng - Silma Marques

CORRIDA DO BARQUINHO

Faixa etária:

Materiais: folhas de papel (pode ser de jornal ou revista).

Orientações: o adulto fará com a criança o passo a passo da dobradura do barquinho, conforme segue:

Após os barquinhos pronto, coloque os barquinhos lado a lado para iniciar uma corrida, que poderá ser em uma vasilha grande com água ou mesmo no chão. Será preciso assoprar o barquinho para fazê-lo sair do lugar.

Seja rápido e divirta-se!

Todas atividades deve ter o acompanhamento de um adulto

Tatiane Pereira Alves - SEMED

Carousel imageCarousel imageCarousel image