Minha casa, meu castelo

BRINCANDO COM AS MEIAS

Objetivos: Construir conceitos matemáticos relacionados à classificação, seriação Estimular atividades de vida diária.

Materiais necessários: Uma caixa e pares de meias.

Participantes: Para realizar em família

Necessidade de suporte: Pouco suporte

Descrição da atividade: Dispor uma caixa grande ou um outro recipiente. Colocar as meias de toda a família nesta caixa. Este momento poderá ocorrer ao recolher as roupas do varal.

  • Pedir que a criança auxilie na organização da separação ou classificação dos pares de meias.

  • Depois, a criança poderá contar a quantidade de pares que conseguiu formar.

  • Por último, peça para a criança classificar as meias conforme os membros da família, entregando-as para cada um.

  • A criança poderá auxiliar também a guardar suas próprias meias organizando no local onde são guardadas.

Este momento propicia muita diversão, estimulação à organização diária além de muito aprendizado!

E.M. Chafic Smaka - Maira Cristina

MINHA SEMANINHA

Atividades de vida diária contribuem no desenvolvimento da autonomia, independência e coordenação motora da criança. Os materiais usados para isto, podem ser o que elas já conhecem e têm contato no dia a dia, em casa. Vale lembrar que as atividades podem ser realizadas diariamente e nas semanas que se sucedem.

Objetivos: Estabelecer rotinas e desenvolver atividades que contribuam com o desenvolvimento da autonomia com atividades de dia a dia.

Materiais necessários: papel, canetas ou lápis coloridos, régua, revistas, cola e tesoura.

Participantes: Para realizar em família.

Necessidade de suporte: Médio suporte

Descrição da atividade: A organização das nossas tarefas diárias é muito importante no cotidiano, pois aprendemos a administrar o tempo e a dividir tarefas entre os familiares para que o dia a dia se torne ainda mais agradável!

Estimular as crianças a participarem desta organização proporciona a ideia de ordem física, consequentemente, geradora de uma ordem mental. Sobretudo, estas atividades de vida diária preparam a criança para a vida social por meio da autonomia e independência.

Que tal organizar a sua semana de forma divertida?

O primeiro passo é desenhar no papel uma tabela que represente a semana. Faça uma tabela com sete espaços, pois eles irão representar os dias da semana. Utilize a régua e as canetas ou lápis coloridos para riscar as linhas, com o auxílio dos familiares. Neste momento, a família pode estimular e auxiliar a criança a observar quantos dias compõem uma semana e quais são os nomes dos dias da semana.

Depois, determine com a criança, qual tarefa irá realizar em cada dia da semana. Aproveite este momento para estimular a criança a realizar tarefas que ainda não possui total autonomia, assim, você dedicará um momento juntos com muito aprendizado.

Para que a criança compreenda melhor a tarefa do dia poderá recortar imagens, figuras ou fotos retiradas de revistas ou outro material e colar no dia da semana em questão. Por exemplo, na segunda-feira, a atividade será auxiliar a pendurar roupas no varal. Então procure uma figura que represente esta ação, ou ainda, você pode desenhar. E assim, por diante. Lembre-se que a semana inicia no domingo e termina no sábado.

Registre com fotos os momentos da realização destas tarefas e, após, elogie a criança por ter se esforçado a cumprir o que foi proposto.

Lembre-se que estes momentos podem ser recheados de muita diversão, paciência, persistência, elogios, abraços, beijinhos e muito amor!

Agora observe o exemplo abaixo e tenha uma excelente semana!

APLICATIVO – ROTINA DIVERTIDA

Objetivos: Desenvolver a noção de tempo (início, meio e fim, antes e depois, manhã tarde e noite), percepção de sentimentos, ouvir a descrição da tarefa a ser realizada.

Materiais necessários: Aparelho de telefone celular ou tablet com o aplicativo instalado (procurar na play store com o nome: “Rotina Divertida”). O uso do aplicativo é gratuito.

Participantes: A criança e toda a família.

Necessidade de suporte: De acordo com cada indivíduo.

Descrição da Atividade: Os pais ou responsáveis devem primeiro instalar o Aplicativo Rotina Divertida no celular. Após instalado, deverá identificar com nome e sexo de quem irá executar as tarefas. Na área de administração, poderá configurar as tarefas a serem desenvolvidas e seus respectivos horários, podendo organizar tarefas diárias e optando pela mesma ser semanal, classificando as atividades por níveis com estrelas. Ao final da atividade o indivíduo receberá estrelas de acordo com o nível das mesmas.

Recomendação: Os pais ou responsáveis devem estar atentos ao tempo de uso da tecnologia por dia! Quando possível brinque junto com a criança e converse bastante com ela, auxiliando-a no desenvolvimento da socialização e da comunicação.

Clique AQUI para baixar o Aplicativo

JUNTANDO OS PARES - MEIAS

Objetivos:

Identifica semelhanças e agrupa em pares de acordo com semelhanças e diferenças.

Materiais necessários: Diversos pares de meias;

Participantes: Para realizar sozinho.

Necessidade de suporte: Pouco suporte


Descrição da atividade: Separar alguns pares de meia da criança, misturá-los e pedir para a criança montar os pares. É um bom motivo para pedir ajuda da criança para organizar a gaveta.

PEPI BATH

APLICATIVO GRATUITO PARA ESTIMULAR A REALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES DIÁRIAS

Objetivos de desenvolvimento: Desenvolver a noção de higiene pessoal, uso do banheiro e vestir-se de forma independente.

Materiais necessários: Aparelho de telefone celular com o aplicativo instalado (procurar na play store com o nome: “Pepi Bath”). O aplicativo tem uma parte gratuita e uma parte paga (que você só acessará se clicar e colocar os dados pessoais). Na parte gratuita a criança pode desenvolver as duas atividades elencadas abaixo.

Participantes: A criança e seus responsáveis

Nível de necessidade de suporte: Pouco suporte

Descrição: Os pais devem primeiro instalar o Aplicativo Pepi Bath no celular. O programa está em inglês, porém a criança pode facilmente explorá-lo de forma independente, pois os recursos visuais, de animação e de som são muito intuitivos. A criança vai poder utilizar 02 recursos gratuitos: trocar as roupas sujas de um(a) bonequinho(a), colocá-las para lavar, pendurá-las para secar e depois vestir o(a) bonequinho(a) novamente; ou então realizar a higiene (lavar as mãos, pentear o cabelo, utilizar o banheiro, dentre outras atividades diárias).

Recomendação: Os pais ou responsáveis devem estar atentos ao tempo de uso da tecnologia por dia! Quando possível brinque junto com a criança e converse bastante com ela, auxiliando-a no desenvolvimento da socialização e da comunicação.

SITE PARA BAIXAR ROTINAS E HISTÓRIAS SOCIAIS POR IMAGENS

Objetivos de desenvolvimento: Propiciar à criança noção de espaço e tempo, autonomia na realização das tarefas diárias, bem como sentimento de estabilidade e segurança.

Materiais necessários: Aparelho de telefone celular ou tablet, com as imagens baixadas do site http://autismoprojetointegrar.com.br/todos-os-desenhos/

Participantes: A criança e seus responsáveis

Nível de necessidade de suporte: Pouco suporte

Descrição: Os pais devem primeiro baixar as imagens do site http://autismoprojetointegrar.com.br/todos-os-desenhos/ no celular ou no tablet. Indicado para as crianças com Autismo ou que apresentam dificuldade em seguir rotina ou realizar as atividades diárias de forma independente. Por meio das imagens, a criança pode visualizar o que é esperado dela, bem como a ordem dos acontecimentos. As imagens referem-se ao ato de tomar banho, cortar as unhas, cortar o cabelo, escovar os dentes, lavar as mãos, utilizar o banheiro, vestir-se e despir-se, hora de dormir, etc.

Recomendação: Os pais ou responsáveis devem estar atentos ao tempo de uso da tecnologia por dia! Quando possível brinque junto com a criança e converse bastante com ela, auxiliando-a no desenvolvimento da socialização e da comunicação.

HIGIENE

Banho bom (menina) – LINK

Banho bom (menino) – LINK

Cortando as unhas – LINK

Cortando o cabelo I – LINK

Cortando o cabelo II – LINK

Escovando os dentes (completo) – LINK

Escovando os dentes (horizontal) – LINK

Lavar as mãos – LINK

Vamos ao banheiro (menina) – LINK

Vamos ao banheiro (menino) – LINK


CONTEXTO ESCOLAR

Férias escolares (2014/2015) – LIKN

Férias escolares (2016/2017) – LINK

Na escola (com numeração) – LINK

Na escola (sem numeração) – LINK

Na escola (sem textos) – LINK

COTIDIANO

Ao acordar – LINK

Vestir (feminino) – LINK

Despir (feminino) – LINK

Vestir (masculino) – LINK

Despir (masculino) – LINK

Hora de dormir – LINK


COMPORTAMENTO

Os cachorros latem – LINK

Eletrocardiograma – LINK

Provar uma comida nova (menino e menina) – LINK

Hoje tem terapia – LINK

Cuspir não pode – LINK

Morder não pode – LINK

Novo irmão – LINK

Se jogar no chão não pode – LINK


APLICATIVO GRATUITO PARA ESTIMULAR A COMUNICAÇÃO - “MATRAQUINHA”

Objetivos de desenvolvimento: Desenvolver a comunicação em crianças com Autismo ou que apresentam prejuízo na fala.

Materiais necessários: Aparelho de telefone celular com o aplicativo instalado (procurar na play store com o nome: “Matraquinha”).

Participantes: A criança e seus responsáveis

Nível de necessidade de suporte: Pouco suporte

Descrição: Os pais devem primeiro instalar o Aplicativo Matraquinha no celular ou no tablet. Indicado para as crianças com Autismo ou que apresentam prejuízo na fala, que por meio das figuras do aplicativo, podem expressar emoções, dor e necessidades, bem como indicar comidas, diversão, roupas, animais, lugares, dentre outros aspectos, por meio da Comunicação Alternativa.

Recomendação: Os pais ou responsáveis devem estar atentos ao tempo de uso da tecnologia por dia! Quando possível brinque junto com a criança e converse bastante com ela, auxiliando-a no desenvolvimento da socialização e da comunicação.

SUGESTÃO DE ROTINA DIÁRIA

Objetivos: Situar o educando diante da passagem do tempo; diminuir a ansiedade; estruturar as ações diárias; desenvolver a coordenação motora fina; classificar por cor ou tipo de roupa.

Materiais necessários:

Para rotina visual: objetos de uso diário, fita colante, parede para colar;

Para rotina no app: app Rotina Divertida.

Para rotina escrita: caneta e papel.

Participantes: Família e educando.

Necessidade de suporte: Suporte total

Descrição da atividade: Se optar pela rotina com material concreto, organizar em três partes, sendo: manhã, tarde e noite. Lembrando que, após cada ação realizada retirar da rotina frisando que ACABOU essa atividade, desenvolvendo na criança que o tempo está passando e que o dia irá findar aquele período.

Primeiro passo: definir qual meio irá utilizar para montar a rotina diária.

Segundo passo: separar antecipadamente os materiais necessários para rotina visual.

Terceiro passo: Identificar quais ações serão desenvolvidas durante o dia e colocá-las em ordem.

Itens que podem compor a rotina:

  • Higiene

  • Hora da medicação

  • Alimentação

  • Atividades domésticas

  • Brincadeiras

  • Pesquisa em casa

  • Momento livre

  • Hora do descanso

  • Hora da tecnologia

Hora do movimento/ atividade física Sugestão de como explorar conteúdos pedagógicos nas atividades domésticas, assista ao video.

Durante a execução da atividade poderá explorar:

  • Quantas roupas ou grampos;

  • Cores das roupas;

  • Qual é maior ou menor;

  • Em que estação do ano se utiliza roupa de manga curta ou comprida;

  • Coordenação motora fina com movimento de pinça com grampos.

EM Chafic Smaka - Prof Maira Cristina

Semana 11 a 15 de maio

ROLETA DAS TAREFAS DE LIMPEZA- SPINNER GAME

Objetivos:

Desenvolver a autonomia e independência

Materiais necessários: Papel, lápis de cor, canetinhas coloridas, régua, spinners ou clips

Participantes: Para realizar em família

Necessidade de suporte: Pouco suporte

Descrição da atividade:

Primeiramente desenhar dois círculos e dividi-los conforme o número de integrantes da família e de tarefas a serem realizadas.

Depois é hora de decorar! Você poderá estimular seu filho (a) a registrar o nome dos membros da família e das tarefas dentro de cada parte da roleta. Também vale desenhar! Incentive a criança a abusar da sua criatividade! :)

Colocar uma seta no spinner, que poderá ser fixada com fita adesiva.

É hora de começar! Peça para a criança girar o spinner e descobrir qual atividade cada um deverá realizar naquele dia.

Se preferir o uso do clipe, utilize um lápis para apoiá-lo enquanto gira.

Lembre-se! É muito importante adequar os materiais utilizados e a tarefa solicitada de acordo com a faixa etária.

Abaixo seguem algumas sugestões de tarefas para determinadas faixas etárias, mas como cada caso é um caso, decidam em família as tarefas mais adequadas para cada criança.

2 – 3 anos: tarefas simples e mais rápidas, como guardar os brinquedos em um baú, colocar a roupa no cesto de roupa suja, guardar seus sapatos, guardar pequenas compras no armário ou geladeira.

4 – 5 anos: ajudar a por e tirar a mesa, ajudar a retirar as compras das sacolas e guardá-las, dar comida para animais, regar plantas, limpar líquidos ou alimentos derramados com um pano, ajudar a arrumar a própria mochila para a escola.

6 – 8 anos: preparar lanches simples, arrumar a cama, ajudar a arrumar o próprio quarto, tirar o pó de algumas superfícies, retirar o lixo, ajudar a recolher ou estender a roupa, varrer.

9 – 12 anos: participar do preparo de alguns alimentos, fazer a lista de compras, organizar objetos, trocar a roupa de cama, limpar o quintal, lavar a louça.

Carousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel image

ESTENDER A ROUPA É DIVERTIDO

Objetivos:

Desenvolver a coordenação motora fina;

Realizar contagem termo a tempo;

Comparar quantidades.

Materiais necessários: prendedores de roupa; varal para fixação; tecidos de diferentes cores.

Participantes: Criança e um adulto

Necessidade de suporte: Pouco suporte

Descrição da atividade: Fixar um varal na altura da criança e deixar à sua disposição um cesto com prendedores de roupas e alguns pedaços de tecidos coloridos (podem ser roupas ou panos de prato, por exemplo).

Solicitar que a criança execute algumas tarefas:

  • Estenda o tecido preto;

  • Coloque dois prendedores na mesma peça de roupa;

  • Recolha os tecidos que possuem as cores que você mais gosta;

  • Conte o número de tecidos estendidos;

  • Prenda o tecido bem na pontinha.

O adulto poderá variar as tarefas diante do interesse da criança.

Depois, a criança poderá solicitar ao adulto algumas tarefas também!

Pedagoga Carla Feldens

RECEITA: ESPETINHO DE FRUTAS

Objetivos:

Desenvolver a atenção, coordenação motora fina, sequência lógica, noções de quantidade.

Identificar cores e formas.

Estimular uma alimentação saudável;

Materiais necessários: Palitos de churrasco, frutas variadas (banana, laranja, uva, mamão, manga, abacaxi etc., de acordo com o que tiver em casa);

Participantes: A criança e toda a família;

Necessidade de suporte: Médio suporte

Descrição da Atividade: Os pais ou responsáveis devem primeiro lavar e cortar as frutas em cubos. As uvas podem ficar inteiras. Após devem fazer o primeiro espeto, colocando uma fruta de cada no palito ou intercalando como preferir. Caso estiverem utilizando poucas frutas, repetir fazendo uma sequência. A criança vai realizar atividades de encaixe e sequência de frutas. Caso queira a criança poderá criar a sua própria sequência de frutas. Em seguida é só saborear!!!!

Recomendação: Os pais ou responsáveis devem estar atentos ao manuseio do palito, para que a criança não utilize de maneira incorreta.

TUDO EM ORDEM

Objetivos: Aprimorar noções temporais e segurança alimentar.

Materiais necessários: latas ou pacotes de alimentos.

Participantes: Crianças de 08 a 12 anos.

Necessidade de suporte: Médio Suporte

Descrição: Instruir a criança quanto ao vencimento dos alimentos, falando dos alimentos mais perecíveis e menos perecíveis Mostrar como cada alimento vem com um data de vencimento, que mostra quando o alimento não é mais próprio para o consumo. Incentivar a criança a procurar pela data de validade nos rótulos dos produtos. Em seguida, auxiliar a criança a organizar os produtos nas prateleiras pela ordem de validade, guardando os mais próximo de vencer mais à frente.

Alimentos perecíveis : são os que têm mais água e não duram mais de uma semana sob refrigeração, como vegetais, leite e derivados, carnes vermelhas e derivados, frango, frutas, peixes, frutos do mar). Alimentos não perecíveis: são aqueles que podem ser guardados por períodos longos e trazem menores dificuldades à conservação, porque podem ficar à temperatura ambiente, como por exemplo: milho, macarrão, feijão, pacote de arroz, café, fubá, açúcar, polvilho, farinha de trigo, cevada, farelo de trigo, leite em pó, óleo.

“CADA QUAL COM SUA TAMPA - PARTE 1”

Objetivos: promover noções de seriação e classificação.

Materiais necessários: potes (recipientes) plásticos ou de vidros com tampas.

Participantes: Crianças entre 05 e 08 anos.

Necessidade de suporte: Pouco suporte.

Descrição:

Dispor os potes plásticos e tampas sobre uma mesa ou bancada. Orientar a criança a pegar um dos potes (recipientes) e procurar a tampa que encaixa, tampando o pote. Após todos os potes estarem com suas respectivas tampas, orientar que ela ordene os potes por ordem de tamanho (ela poderá colocar um em cima do outro, ou ordenar por fileira, deixa a criança livre). Por último, pedir que coloque os potes um dentro do outro.

“CADA QUAL COM SUA TAMPA - PARTE 2

Objetivos: Promover noções de volume e quantidade como - menor, maior, mais e menos, relacionadas ao espaço de um recipiente que certa quantidade ocupa (cheio, vazio, pela metade).

Materiais necessários: potes (recipientes) plásticos ou de vidros com tampas.

Participantes: Adulto mediador e Crianças entre 08 e 12 anos.

Necessidade de suporte: Médio suporte.

Descrição: Após as refeições, pedir que o filho guarde as refeições que sobraram. Orientar a criança para selecionar um pote do tamanho que ela julgue necessário para guardar a sobra de cada refeição, lembrando-a quanto ao volume de comida e tamanho necessário do pote. Um pote maior para a refeição que tem mais quantidade de sobra na panela. Os pais ou adultos cuidadores podem ir sugerindo: “Onde há mais comida? Então, qual desses potes cabe essa comida?” “Onde há menos alimento? Qual tamanho de pote devo usar para guardar a menor quantidade de alimento”.

COLOCANDO O CADARÇO NO TÊNIS

Semana 18 a 22 de maio

CONSTRUINDO UM PORTA LÁPIS COM ROLINHOS DE PAPEL HIGIÊNICO

Objetivos:

Estimular a autonomia, tomada de decisão e criatividade.

Estimular a coordenação motora, a atenção e concentração

Materiais necessários:

Três rolinhos de papel;

Folhas sulfites;

Cola, tesoura e lápis de cor;

Um pedaço de papelão

Participantes: Para toda a família.

Necessidade de suporte: Pouco suporte

Descrição da atividade: Assista o vídeo.

CADÊ MEU PENICO?

Objetivos: Incentivar o desfralde.

Materiais necessários: Celular, tablet ou outro recurso que possa ver o vídeo.

Participantes: Criança e um familiar.

Necessidade de suporte: Médio suporte

Descrição da atividade: Oferecer para a criança assistir o vídeo, depois incentivar a usar o penico ou o vaso sanitário mencionando os personagens e relembrando partes da história.

CUIDANDO DO MEU CORPINHO

Objetivos de desenvolvimento: Desenvolver a noção de higiene pessoal.

Materiais necessários: Celular, tablet ou computador.

Participantes: A criança e seus responsáveis.

Nível de necessidade de suporte: Pouco suporte.

Descrição: A criança vai assistir a quatro (4) vídeos que estimulam o uso do banheiro, tomar banho, lavar as mãos e escovar os dentes.

Recomendação: Os pais ou responsáveis devem estar atentos ao tempo de uso da tecnologia por dia! Quando possível brinque junto com a criança e converse bastante com ela, auxiliando-a no desenvolvimento da socialização e da comunicação.

MUNDO BITA - AI, QUE VONTADE

LAVAR AS MÃOS

ESCOVANDO OS DENTES

Semana 25 a 29 de maio

PREPARANDO-SE PARA DORMIR

Objetivos: Incentivar a autonomia para realizar as ações antes de dormir.

Materiais necessários: vídeo “Hora do sono”, que poderá ser reproduzido em um celular, tablet ou qualquer outro aparelho que reproduza vídeos.

Participantes: Um adulto e a criança.

Necessidade de suporte: fácil suporte.

Descrição da atividade: Os pais podem utilizar o vídeo para incentivar a preparação para dormir (vestir o pijama e fazer a higiene bucal), além do próprio ato de descansar e dormir. O vídeo pode ser utilizado nos primeiros dias enquanto a criança faz estas ações, com o tempo, depois de de aprender a canção, pode somente cantar (adulto) para a criança ir fazendo até ela aprender a fazer sozinha, sem a necessidade de ajuda.

Observação: é Importante sempre ter um horário certo para realizar estas ações e ir para cama.

Professoras Priscila da SRMF da EM Elis de Fatima Zem, Mariluz da SRMF do CMEI Tatiana Belinky e Suellen da SRMF do CMEI João Batista Costa

ACAMPAMENTO

Objetivos: Desenvolver a criatividade e a imaginação. Estimular o senso de equipe e a improvisação.

Materiais necessários: Cobertor, lençóis, almofadas, mantas, brinquedos, livros de história e uma lanterna (pode ser do celular).

Participantes: A família e a criança.

Necessidade de suporte: Suporte médio

Descrição da atividade:

Convide a criança para montar uma barraca e explique a ela como vão fazer.

Comece escolhendo o local (sala, quarto, varanda) e em seguida separe o material.

Com o auxílio da criança, pegue o cobertor e coloque sobre as cadeiras ou sofá.

Forre a barraca com o cobertor ou lençol, coloque almofadas, mantas, alguns brinquedos e livros de histórias. Leve também para o acampamento um lanchinho.

Cante canções com a criança e na hora de contar histórias, apague a luz e utilize uma lanterna. Você pode também fazer barulhos de bichos com a boca inventando uma nova brincadeira.

Profs Priscila da SRMF da EM Elis de Fatima Zem, Mariluz da SRMF do CMEI Tatiana Belinky e Suellen da SRMF do CMEI João Batista Costa

VAMOS APRENDER A FAZER UMA COMPOSTEIRA?

Objetivo: Conhecer o processo de uma composteira e desenvolver a curiosidade de seu funcionamento.

Materiais necessários: 1 garrafa PET; 1 copo de areia; 1 copo de terra; meio copo de água; 1 meia-calça de nylon; restos de orgânicos (vegetais, talos de verduras, folhas, cascas de ovo, pó de café, entre outros orgânicos).

Participantes: A criança com a orientação da família.

Necessidade de suporte: Alto suporte.

Descrição de atividade: a compostagem é um processo biológico de transformação da matéria orgânica na produção de adubo a partir de resíduos orgânicos. O composto é um enriquecedor do solo, que não polui o meio ambiente.


EM Dona Maria Chalcoski - Prof. Sirlene Mamede (SRMF)

Carousel imageCarousel imageCarousel image

Semana de 01 a 05 de junho

6 JOGOS COM BANDEJA DE OVOS

Objetivos: Trabalhar a associação de cores, construção de palavras e coordenação motora fina, estimular e desenvolver o raciocínio lógico, melhorar a atenção, concentração e agilidade.

Materiais necessários: Bandeja de ovos, tinta guache, canetinha, lápis de cor, tampinha de garrafa pet, bolinha, papel para amassar e transformar em bolinha, papel para escrever as letras e sílabas, pegador de macarrão ou prendedor de roupa para usar como pinça, palito de sorvete e papelão.

Participantes: Para ser realizado em casa com a família.

Necessidade de suporte: Pouco e médio suporte.

Descrição da atividade:

JOGO 1 - associação das cores: cada participante é responsável por uma cor, jogar o dado de cores confeccionado em casa com papel, mover a peça (tampinha de garrafa) com a cor correspondente, que estará na bandeja colorida com as mesmas cores das tampinhas, ganhará o jogo a cor que chegar primeiro fora da bandeja.

Jogo 2 - forme palavras: primeiro passo é desenhar objetos, frutas e animais como bola, casa, dedo, faca, gato, janela, luva, maça, nuvem, pato, rato, sapo, tatu, vaca, etc. Depois escrever as letras ou sílabas que compõem o desenho e colar em uma tampinha de garrafa pet, em seguida construir as palavras de acordo com o desenho colocado na badeja.

JOGO 3 - associação de cores utilizando a pinça: com um pegador de macarrão ou prendedor de roupa pegar a tampinha e colocar na bandeja de acordo com a cor.

JOGO 4 - jogo dos pontos: a criança deve jogar a bolinha, visualizar em qual cor ela irá cair e sua pontuação. Após deve marcar o valor no caderno ou folha e, depois de 5 rodadas, realizar a soma dos números para ver quem fez mais pontos.

JOGO 5 - adaptação do jogo resta um: a criança deve colocar as tampinhas no buraco deixando um buraco vazio. Em seguida deve pegar uma tampa e saltar sobre outra, seja na horizontal ou vertical. A tampinha que for saltada é retirada da bandeja. O jogo termina quando não for possível mover nenhuma tampinha.

JOGO 6 - jogo caça as cores: é necessário colar 3 bolinhas de cores diferentes em um palito de sorvete ou pedaço de papelão do tamanho de um palito. As bolinhas podem ser confeccionadas do tamanho de uma moeda de 10 centavos. Desenhar as bolinhas em um papel e colorir com lápis de cor. O objetivo do jogo é encontrar as cores na bandeja que estão iguais às do palito e colocar em cima das cores que estão exatamente iguais.

Aqui temos muita diversão!

EM Anísio Teixeira - Prof. Andrea Quadros SRMF

MEU “COCÔ AMIGO”: ATIVIDADES DE APROFUNDAMENTO

Agora que você já aprendeu o quanto o cocô é nosso amigo, vamos entender mais sobre como ele se forma dentro do nosso corpo? O vídeo abaixo mostra como os alimentos são absorvidos pelo nosso organismo e como o que sobra deste processo se torna cocô. Ah, já aviso que as imagens são assustadoras!!

https://youtu.be/GJGeB5pov24

O cocô é formado somente por restos de alimentos? Como o organismo decide o que vai absorver e o que vai eliminar? E, se o que comemos tem diferentes cores, por que o cocô sempre tem aquela corzinha marrom? E o cheirinho ruim, como explicar?

Você também tem estas dúvidas! No vídeo abaixo, um profissional que entende muito de cocô explica tudo para a gente!

https://youtu.be/8nTpdGLi2h4

Agora que você aprendeu tudo sobre o nosso “amigo cocô”, que tal testar seus conhecimentos? No link abaixo você pode resolver caça-palavras sobre o assunto direto no computador!

https://www.geniol.com.br/palavras/caca-palavras/biologia/sistema-digestorio/

Prof. Anadir Miranda - SRMF AH/SD

O USO DO BANHEIRO - A HISTÓRIA DO “COCÔ AMIGO”

Objetivos:

Estimular a autonomia e independência.

Incentivar o uso do banheiro.

Auxiliar o desfralde da criança.

Materiais necessários: Ouvir a história.

Participantes: Para toda a família.

Necessidade de suporte: pouco suporte

Descrição da atividade:

A criança que se interessar pelo tema, poderá assistir ao vídeo juntamente com a sua família no link a seguir :https://www.youtube.com/watch?v=SKUwYsRwr0U

EM Guilherme Ceolin - Prof. Cybele - SRMF

REGANDO AS PLANTAS, ABOTOANDO AS ROUPAS E TIRANDO O PÓ

Objetivos: Incentivar a criatividade, autonomia e propiciar à criança noção de espaço e tempo, autonomia na realização das tarefas diárias, bem como sentimento de estabilidade e segurança.

Materiais necessários: Pano seco, garrafa PET com furos no bocal, blusas com botões.

Participantes: Para realizar sozinho.

Necessidade de suporte: Pouco suporte

Descrição da atividade: Incluir as crianças para que ajudem nas atividades domésticas pode ser uma ótima forma para que desenvolvam a autonomia e confiança além de dar chance de conquistarem sua independência de acordo com suas próprias capacidades.

REGAR AS PLANTAS

Essa atividade é muito simples, mas exige concentração e engajamento da criança para que a atividade seja realizada com sucesso. Caso não haja regador em casa, utilize uma garrafa PET. Faça pequenos furos na proximidade do bocal da garrafa (pode ser com pregos ou com faca quente) encha a garrafa até a metade e rosqueie a tampa. Assim que estiver próximo da planta, vire a garrafa com o bocal para baixo. A água sairá pelos furinhos feitos e regará delicadamente suas plantas.

ABOTOAR AS ROUPAS

Coloque um casaco de inverno com botões grandes em cima do sofá ou da cama e convide a criança para abotoar e desabotoar. Dê os direcionamentos e deixe que ela siga seu curso e perceba, ao errar, o que precisa ser feito diferente. Não esqueça que o erro é uma parte natural do aprendizado, tão natural quanto o acerto.

TIRAR O PÓ DOS MÓVEIS

Com um pano seco ou um pouco úmido, peça para a criança que passe pelos balcões e estantes o pano de modo a retirar o pó dos móveis e objetos da casa. Certifique-se para que não haja nenhum objeto perigoso ou que quebre facilmente no caminho. Essa atividade além de ajudar a família nas atividades domésticas estimula a criança a manter uma postura proativa para a resolução das atividades domésticas.

Prof. Andréa, Ivone e Rafaella, SRMF

LENÇO ATRÁS

Objetivo: Estimular atenção auditiva.

Participantes: A criança e toda a família.

Materiais: um lenço ou um pano ou toalha pequena.

Necessidade de suporte: Pouco suporte.

Descrição da Atividade: Os componentes deverão tirar a sorte para ver quem ficará com o lenço. Deverão sentar formando uma roda, com as pernas cruzadas para frente. Quem estiver segurando o lenço corre ao redor da roda enquanto o grupo, com os olhos fechados, fala:

“Corre, cutiaNa casa da tiaCorre, cipóNa casa da avóLencinho na mãoCaiu no chãoMoça bonitaDo meu coração.”

O dono do lenço então pergunta:

“Posso jogar?”

E todos, com os olhos fechados, respondem:

“- Pode! Um, dois, três!”

Deixa então o lenço cair atrás de alguém da roda. Quem foi escolhido para receber o lenço, deverá perceber, pegar o lenço e correr atrás de quem jogou antes que ele sente no seu lugar. Se conseguir pegar aquele que jogou, ele continuará com o lenço e a brincadeira continua. Se não conseguir pegar, ficará com o lenço, para jogar atrás de outra pessoa.


Fonoaudiólogas Rose Helena Christ Milleo e Gisele Pinheiro Costa Bacilla - SEAPE/GESPI

AVIÃOZINHO DE PAPEL

Materiais: folhas de papel (pode ser de vários tamanhos ou cores), jornais ou outro papel a sua escolha para usar de alvo (cartolina, TNT, tecido velhos...)

Participantes: para ser jogado em família

Nível de suporte: médio (para crianças a partir de 4 anos)

VOCÊ SABIA QUE O AVIÃOZINHO DE PAPEL PODE AJUDAR SEU FILHO A MEXER O CORPINHO E AINDA EXERCITAR O RACIOCÍNIO?

Sabemos que os exercícios da escola e os joguinhos do celular não são suficientes para ocupar o tempo das crianças nesta fase de pandemia. Esta atividade é um meio de mantê-los ocupados e favorecer a interação na família, além de estimular o movimento, a autonomia, diversão e respeito às regras.

Vamos conferir essa dica que é pura diversão?!

Descrição da atividade:

Primeiramente escolher o melhor lugar da casa para pendurar o alvo, que pode ter quantos buracos vocês quiserem (exemplo na foto abaixo) Para crianças menores pode ser feito apenas um buraco maior bem no centro do alvo. Em seguida vem a dobradura do aviãozinho. Pode ser feito com papéis usados, quanto maior a folha de papel, maior será o aviãozinho.

O objetivo é arremessar os aviõezinhos no buraco do alvo.

Importante: ensinar a dobrar o aviãozinho de papel é muito simples além de prazeroso para a criança, mesmo que não fique igual ao seu, o importante é valorizar as a tentativas do seu filho.

EM Clementina Cruz - Rosy Alves de Paula - SRMF

Carousel imageCarousel imageCarousel image

Semana de 15 a 19 de junho

OBJETO PESSOAL

Objetivos: Compartilhar objetos e demonstrar atitudes de cuidado e solidariedade na interação com seus familiares.

Materiais necessários: Objetos de casa.

Participantes: Para realizar com a família.

Necessidade de suporte: Pouco suporte

Descrição da atividade: Solicitar para as pessoas da casa que tragam qualquer objeto de muito apego (valor emocional). Realizar um sorteio e trocar os objetos. Durante um período (1 semana) guardar o objeto do outro com muito carinho. Na data marcada (1 semana depois), os objetos serão destrocados e cada participante deverá contar um pouco da experiência de ficar responsável por algo que não é de seu pertence.

Sugestão: pode ser feito com brinquedos, mochila, boné, roupa, plantas e o objeto que você tiver mais apego em sua residência.

Bom trabalho e não esqueça de registrar esse momento e enviar para suas professoras!

E.M. Anísio Teixeira - Prof. Andréa Quadros – SRMF

SEPARANDO FEIJÕES

Objetivos: Proporcionar ao aluno atividade de maior utilidade ampliando noção de responsabilidade e de trabalho para sua própria realização pessoal.

Materiais necessários: Diferentes tipos de feijões, potes, bandeja, palitos japoneses.

Participantes: Para ser realizado em família.

Necessidade de suporte: Pouco suporte.

Descrição da atividade: Veja quantos tipos de feijão há na sua casa, se houver dois tipos, como o preto e vermelho, por exemplo, organize três potes sobre uma bandeja grande. No recipiente do meio deposite um punhado de cada tipo de feijão e peça para seu filho separá-los, com uma pinça, palitinhos japoneses ou com os próprios dedos. Dê as instruções e deixe seu filho fazer, demonstrando o que não está indo bem em um eventual caso de dúvida, mas não corrigindo o tempo todo, assim, ele estará exercitando o autocontrole, a concentração e as coordenação motora fina.

Bom trabalho e não esqueça de registrar esse momento e enviar para suas professoras!

Referência: http://comoeducarseusfilhos.com.br/blog/acalmando-seus-filhos-3-atividades-de-vida-pratica/

E.M. Odile Charlotte Bruinjé - Prof. Ivone – SRMF

BRINQUEDO: TELEFONE COM RECICLÁVEL

Objetivos:

- Ampliar o vocabulário falado;

- Desenvolver a criatividade e a imaginação;

- Aprimorar a observação através de leitura de imagem da Obra de Arte.

Materiais necessários:

- 2 Potes de iogurte ou 2 latas pequenas ou 2 copos descartáveis ou outro recipiente reciclável;

- Um pedaço de barbante ou outro tipo de fio;

- Opcional: cola colorida, tinta guache, materiais para decorar o brinquedo.

Participantes: criança e seus familiares.

Necessidade de suporte: Médio suporte

Referências: imagens retiradas da internet.

Conheça mais da obra e vida do artista Ivan Cruz em: https://www.ivancruz.com.br/

EM Marins de Souza Santos - Prof. Melani Batista Kotres – SRMF

Carousel imageCarousel imageCarousel image

BRINQUEDO: TELEFONE COM RECICLÁVEL

Objetivos:

Descrição da atividade:

Observe a imagem do artista brasileiro, chamado Ivan Cruz.

Nome da obra: TELEFONE DE LATA.

- Agora que você observou a imagem responda as perguntas para quem estiver com você:

1. Quantas pessoas aparecem na imagem?

2. A imagem mostra uma brincadeira. O artista chama de TELEFONE DE LATA. Você conhece essa brincadeira por outro nome?

3. Em qual espaço essa brincadeira está acontecendo?

4. Diga as cores das três (3) casas que aparecem na imagem.

5. O artista não desenhou o rosto das crianças. Por que será? Imagine como seria o rosto deles.

Agora, separe os materiais e confeccione o seu telefone reciclável.

- Um adulto deverá furar o fundo do recipiente.

- É opcional decorar o brinquedo.

Aproveite e invente muitas histórias com o seu telefone reciclável.

VARRENDO AS FOLHAS

Objetivos: Incentivar a criatividade, autonomia e propiciar à criança noção de espaço e tempo, autonomia na realização das tarefas diárias, bem como sentimento de estabilidade e segurança.

Materiais necessários: Vassoura, folhas secas e fita crepe (ou outro material que possa ser utilizado para a delimitação do espaço).

Participantes: Para fazer sozinho.

Necessidade de suporte: Pouco suporte

Descrição da atividade: Incluir as crianças para que ajudem nas atividades domésticas pode ser uma ótima forma para que desenvolvam a autonomia e confiança além de dar chance de conquistarem sua independência de acordo com suas próprias capacidades.

Varrer a casa é uma atividade diária que pode ser realizada tranquilamente por uma criança. Para que ela inicie seu treino para essa atividade, proponha uma atividade lúdica e divertida! Faça uma forma geométrica no chão e espalhe folhas secas (ou outro material de sua preferência) e peça para que a criança empurre com a vassoura todas as folhas para dentro da forma. Ao longo dos dias você pode ir diminuindo o tamanho da forma geométrica. Lembre-se que além da criança estar ajudando com as atividades de casa, está exercitando sua autonomia e também sua coordenação visuomotora.

Bom trabalho e não esqueça de registrar esse momento e enviar para suas professoras!

Referências: https://br.pinterest.com/pin/117234396521592852/

EM Aroldo de Freitas - Prof. Rafaella – SRMF